Pubicado em: seg, nov 26th, 2012

Mascote da Copa do Mundo 2014 ganha o nome de Fuleco

A Fifa confirmou, no final da noite do último domingo, que o nome Fuleco foi escolhido para batizar a mascote da Copa do Mundo de 2014. A entidade informou que mais de 1,7 milhão de brasileiros votaram neste nome, o que representou 48% dos votos, enquanto os outros concorrentes, Zuzeco e Amijubi, ficaram respectivamente com 31% e 21% da preferência do público.

Anteriormente, em setembro, o tatu-bola havia sido escolhido como o animal que seria a mascote do Mundial que será realizado no Brasil. E agora o mesmo ganhou o nome de Fuleco, uma união das palavras futebol e ecologia, segundo a Fifa, que destacou ambas como “dois componentes fundamentais da Copa”.

Os nomes escolhidos pela Fifa como opções para a mascote do Mundial chegaram a ser muito criticados pelo público, mas a entidade garantiu que o nome Fuleco está se tornando cada vez mais conhecido no Brasil. Vencidos nesta disputa, Amijubi é uma mistura das palavras amizade e júbilo e Zuzeco é a composição dos verbetes azul e ecologia.

Ao anunciar o nome vencedor que batiza a mascote oficial da Copa, a Fifa ressaltou que 89% dos brasileiros disseram já terem visto a mesma, assim como o animal símbolo da competição é considerado um personagem simpático, com nota média de 7,3 neste quesito.

“Enfatizar a importância do meio ambiente e da ecologia é um importante objetivo da Copa do Mundo de 2014. Resultados recentes de uma pesquisa de opinião pública realizada pela Fifa em 2012 no Brasil confirmam a importância dos temas da sustentabilidade e do meio ambiente entre o público do país-sede. Mais de 90% dos brasileiros acreditam que a Copa do Mundo de 2014 deve ser ecologicamente correta”, ressaltou a Fifa, no comunicado que distribuiu na noite deste domingo.

Além da preocupação com a questão ecológica, a entidade que controla o futebol mundial enfatizou que o Fuleco teve quatro características mais marcantes destacadas pelo público. Foram elas: “brasileiro”, “natureza”, “amigável” e “paixão pelo futebol”.

A Fifa também voltou a destacar que o tatu-bola é um embaixador da Copa de 2014 e desempenhará um papel importante para “motivar torcedores no mundo todo com a sua paixão pelo esporte e pelo Brasil”.








Deixar um comentário


*




Publicidade: